FESTIVAL REGIONAL DE TEATRO TERMINA NO DOMINGO

   

FESTIVAL REGIONAL DE TEATRO TERMINA NO DOMINGO

 

O Mapa Cultural Paulista, programa da Secretaria da Cultura do Governo do Estado de São Paulo, é dividido em quatro fases: municipal, regional, estadual e circulação. Os selecionados passaram para a fase regional. Os artistas e grupos escolhidos participam, então, da fase estadual, que consiste na apresentação das obras vencedoras em espaços da capital paulista. Pirassununga participa de quatro modalidades: Artes visuais, literatura, dança (Fase Regional realizada no último dia 4 de outubro em Limeira) e teatro. Pela segunda vez, Pirassununga é uma das três cidades sede da modalidade de Teatro (as outras são Valinhos e Socorro).

O Festival iniciou-se quinta-feira, dia 15, às 20h30, no Centro de Convenções Prof. Fausto Victorelli, com a apresentação da peça “Orquídea Negra”, da cidade de Sumaré, pela Companhia Teatral Maktub, com entrada franca (classificação 14 anos). Na sexta-feira, dia 16 de outubro, às 14h30 aconteceu a apresentação de nossa cidade (Pirassununga), através da Cia. Pé de Baco com a apresentação do teatro de rua “Na Carroça da Carocha”, na Praça Conselheiro Antônio Prado (Praça Central) Classificação livre. À noite, às 20h30, também no dia 16 de outubro, o Espaço Núcleo, da cidade de Limeira, apresenta o drama “Querida Célie”, no palco do Teatro Municipal Cacilda Becker, com classificação de 18 anos.

A MARGEM DAS VOLTAS

Neste sábado, dia 17, às 20h30 acontece a apresentação da cidade de Arthur Nogueira, pela Cia. Movimento Cultural Brincantti, na Praça Central. De autoria do grupo, a direção está a cargo de Elaine de Queiroz e tem a duração de 50 minutos. Classificação: livre

VOAR, ONDE O LONGE É PERTO

No mesmo dia, sábado – 17, às 18h, acontece a apresentação da Cia Teatral Cenarte, com a peça Voar, onde o longe é perto, no Centro de Convenções Prof. Fausto Victorelli. A peça tem a duração de 50 minutos e classificação livre. “Um estímulo à reflexão sobre a importância da preservação ambiental, bem como a preservação de nossa cultura, com cantigas e outras brincadeiras, sempre respeitando a sensibilidade das crianças,adolescentes e adultos. Texto e Direção de Walter Rhis

O RAPTO DAS CEBOLINHAS

No domingo, dia 18 de outubro, mais duas peças fecham o Festival Regional de Teatro. Às 14h30, no palco do Teatro Municipal Cacilda Becker acontece a apresentação da peça O Rapto das Cebolinhas, pela Cia Teatro Flácus da cidade de Espírito Santo do Pinhal. Trata-se de um comédia infantil, de autoria de Maria Clara Machado,que tem a direção de Alessandra Pasquini. Tem 45 minutos de duração e classificação livre.

LIBERDADE VIGIADA

No domingo à noite, às 20h30, o Grupo Travessia, da cidade de Santa Bárbara d”Oeste encerra o Festival com a apresentação da peça Liberdade Vigiada, também no palco do Teatro Municipal Cacilda Becker. A peça retrata a efervescência dos movimentos político-sociais, a renovação cultural, os jovens e seus sonhos de mudança, agitaram o mundo como um verdadeiro abalo sísmico, além de apresentar a trajetória de estudantes que, em 1968, trocam os bancos universitários pela luta armada, procurando não apenas por transformações políticas, mas também existenciais. Ao mesmo tempo em que sonham com a Revolução, eles descobrem o amor e o sexo. Classificação: 14 anos.

A coordenação do Mapa Cultural Paulista em Pirassununga está a cargo de Israel Foguel e a produção da região de Campinas a cargo de Carol Reto. Atuam como jurados do Festival os atores Léo Mussi, Filipi Brancalião e Dani Biancardi.

Os espetáculos selecionados em Pirassununga, Valinhos e Socorro irão fazer uma nova apresentação, nos dias 31 de outubro e 1 de novembro) na cidade de São José do Rio Pardo, onde será escolhido o espetáculo representante da região de Campinas.

- Israel Foguel (jornalista)