O Nascimento de Jesus o Cristo

   

O Nascimento de Jesus o Cristo

Certamente Jesus não nasceu no dia 25 de Dezembro, isto é um fato inegável. Mas supormos que seja errado utilizar esta data para comemorar o nascimento do Mestre, para falar do seu amor e salvação (este deve ser o motivo principal de fazermos uso da data) talvez seja um pouco de extremismo de nossa parte. Digo isto porque no dia 25 de Dezembro é o momento, no qual os corações se tornam mais sensíveis, e as pessoas estão mais dispostas a ouvir acerca de Jesus, pois o espírito de natal contagia a todos. Por isso, temos de aproveitar esta oportunidade. O apóstolo Paulo fazia isto: adaptava-se ao modo de pensar das pessoas (não contra os princípios divinos) a fim de ganhá-los para Cristo (leia atentamente I Cor 9.19-23). Creio que podemos fazer o mesmo. Tenho absoluta certeza de que se usarmos corretamente este dia, se não nos afastarmos da essência da celebração do mesmo (falar de Jesus e Sua salvação) não estaremos errando. Não celebrar o Natal apenas pelo fato da data ter sido celebrada pelos povos pagãos não é um argumento convincente. Estes povos contribuíram inclusive para que surgisse a escrita se avaliarmos por este prisma, então teríamos de admitir que não deveríamos também escrever. O utilizar uma data não é uma questão moral, que afete nossa espiritualidade e relacionamento com Deus. Se o fosse, o caso seria diferente. Jamais devemos nos esquecer da essência da religião: servir. Comemorar o Natal juntamente com aqueles que não conhecem a Jesus é uma grande oportunidade de colocarmos em prática o que de realmente mais importa para a religião de Cristo: ajudar aos necessitados e levar-lhes o evangelho.