Homem é preso no Cerrado de Emas com espingarda tipo escopeta

Um homem que se identificou como sendo um pedreiro de 24 anos de idade, morador na rua São Marcos, jardim Luís de Castro, bairro este localizado no Cerrado de Emas/Pirassununga/SP foi preso no início da noite desta terça-feira, 9, por Posse Ilegal de Arma de Fogo.

No início da noite, pouco mais das 18h15 uma solicitação de funcionários de um Posto de Combustível em Cachoeira de Emas junto ao COPOM – 190 davam conta de que um veículo da marca Fiat/Pálio, de cor preta, de placas “x” tinha passado três vezes em frente ao referido estabelecimento e seus ocupantes olhavam para o interior do Posto.

Funcionários do local puderam perceber quando o condutor do veículo estacionou o mesmo atrás da Igreja de Nossa Senhora da Conceição, quando desceram dois indivíduos do veículo e dirigindo-se em direção do referido estabelecimento, mas algo tinha dado errado, pois, os dois elementos, correndo retornaram ao veículo, onde o veículo tomou rumo sentido leste, podendo ter pegado sentido Santa Cruz das Palmeiras ou retornado pelo acesso da nova ponte e vindo sentido Cerrado de Emas ou Pirassununga.

Viaturas do policiamento de área rumaram para o local, onde duas delas se dirigiram para Cachoeira de Emas e outras duas adentraram no Cerrado de Emas, onde na rua São Marcos foi avistado o veículo suspeito. Policiais Militares desembarcaram a viatura e iniciaram uma vistoria do lado de fora do carro, quando chegou ao local o pedreiro, o qual perguntou aos policiais, o que estaria ocorrendo, sendo então informado que tal veículo teria sido visto rodando o Posto de Combustível, quando o pedreiro disse que o veículo não tinha saído do bairro, muito menos ido para Cachoeira de Emas.

O suspeito foi revistado, bem como o veículo, mas nada de ilícito foi encontrado. Com a autorização da esposa do pedreiro, os policiais adentraram ao imóvel, onde no guarda roupas, embrulhada numa camisa foi encontrada uma espingarda tipo “escopeta” de calibre 36.

O pedreiro que recebeu voz de prisão em flagrante por Posse Ilegal de Arma de Fogo disse que comprou a referida arma de um “cearense” na cidade de Santa Cruz das Palmeiras/SP, a qual serviria para caçar.

Levado para o Plantão da Polícia Judiciária o delegado de plantão ratificou a voz de prisão, arbitrando fiança no valor de R$ 1.000,00 reais, quantia esta não recolhida, sendo o pedreiro levado para a Cela de Triagem e aguarda por Audiência de Custódia.

A ocorrência foi apresentada pelos policiais militares Braz e Rombaldo, mas participaram de toda ação, os também policiais militares Faria e Arany, Orivaldo, Ilcimeire, Ludolf e Henrique.

Fotos

Comentários