Comandante do 1º PMA deflagrou neste domingo a Operação Piracema

Homens do 1º Pelotão de Polícia Militar Ambiental com sede no Distrito de Cachoeira de Emas/Pirassununga/SP deflagraram neste domingo, 3, deflagram a “Operação Piracema” em trechos do Rio Mogi Guaçu, tanto a cima como abaixa da barragem da Usina Aratu, onde obtiveram sucesso.

Piracema I

Em cumprimento à "Operação Piracema" pelo distrito de Cachoeira de Emas a jusante da barragem Usina Aratu, a equipe de patrulhamento embarcado composta pelos policiais militares 1º Tenente PM Ivo, Cabo PM Ezequiel e Cabo PM Fernandes lograram êxito em flagrar um indivíduo em ato de pesca em período proibido e utilizando petrecho/método não permitido (anzol de espera) nos termos da Instrução Normativa 25 e 26 do IBAMA em que já havia capturado 2 kg de pescado da espécie lambari e piau, sendo assim elaborado um Auto de Infração Ambiental valorado em R$ 740,00 reais e outro Auto na modalidade Advertência por infringência do artigo 36 da Resolução SMA 48/14.

Piracema II

Durante a "Operação Piracema" pelo bairro rural conhecido como Santa Helena, a jusante da barragem da Usina Aratu, a equipe de patrulhamento embarcado composta pelos policiais militares 1º Tenente PM Ivo, Cabo PM Ezequiel e Cabo PM Fernandes lograram êxito em flagrar dois indivíduos em ato de pesca proibida utilizando petrecho/método não permitido (anzol de espera) nos termos da Instrução Normativa 26 do IBAMA e, após minuciosa vistoria pelo local (rancho de pesca) foram encontrados 2 kg de pescado da espécie curimbatá armazenado (congelado) sem que fosse comprovada sua origem, sendo assim elaborados dois Autos de Infração Ambiental valorado em R$740,00 reais cada e dois Autos na modalidade Advertência por infringência do artigo 36 da Resolução SMA 48/14.

Piracema III

Dando andamento à "Operação Piracema" a jusante da barragem usina Aratu já na divisa com o município de Porto Ferreira/SP, a equipe de patrulhamento embarcado composta pelos policiais militares 1º Tenente PM Ivo, Cabo PM Ezequiel e Cabo PM Fernandes lograram êxito em flagrar dois indivíduos em ato de pesca em local proibido (- de 500 mts de efluente e confluência) nos termos da Instrução Normativa 26 do IBAMA em que não havia sido capturado nenhum exemplar, sendo assim elaborado dois Autos de Infração Ambiental na modalidade Advertência por infringência do artigo Piracema VI

Ainda, durante a "Operação Piracema" a jusante da barragem usina Aratu em pontos diversos, a equipe de patrulhamento embarcado composta pelos policiais militares 1º Tenente PM Ivo, Cabo PM Ezequiel e Cabo PM Fernandes lograram  êxito em localizar e recolher do citado trecho trinta e cinco (35) metros de rede de emalhar bem como treze (13) armadilhas do tipo "anzol de galho ou de espera", ficando tudo apreendido pela sede do Pelotão em Pirassununga para a destinação adequada.

Piracema V

Em cumprimento à "Operação Piracema" a montante da barragem usina Aratu (em pontos diversos, a equipe de patrulhamento embarcado composta pelos policiais militares Cabo PM Godoy, Cabo PM Vanderlei, Cabo PM Reginaldo e Soldado PM Menezes lograram  êxito em localizar e recolher no citado trecho quatro (4) armadilhas do tipo "barduelo", ficando tudo apreendido pela sede do Pelotão em Pirassununga para a destinação adequada.

Piracema VI

Dando continuidade à "Operação Piracema" pelo município de Mogi Guaçu no bairro "Cachoeira de Baixo", a equipe de patrulhamento terrestre da viatura A-01713 composta pelos policiais militares Cabo PM Jacomussi e Cabo PM Da Silva, quando no atendimento de denúncia reportada pelo 1º Tenente PM Ivo, comandante do 1º Pelotão PMA, e após minuciosa vistoria no local apontado (rancho de pesca) foi encontrado 5 kg de pescado da espécie curimbatá armazenado (congelado) sem que fosse comprovada sua origem, sendo assim elaborado Auto de Infração Ambiental valorado em R$ 800,00 por infringência do artigo 36 da Resolução SMA 48/14 e ao pescado apreendido foi dada a destinação adequada (destruição).

Resultado da “Operação Piracema”

- 29 TVAs (Termo de Vistoria Ambiental);

- 05 BOA (Boletim de Ocorrência Ambiental);

- 25 horas nevegadas;

- 11 AIAs (Auto de Infração Ambiental);

- R$ 7.260,00 (multa/advertência);

- 11 kg de pescado apreendido;

- 35 metros de rede apreendida;

- 13 molinete/carretilha/caniço simples apreendidos;

- 19 armadilhas aprendidas (anzol de espera e barduelo);

Comentários