Madeireira é autuada pela PMA em Pirassununga

Durante o dia da quarta-feira, 18, pelo município de Pirassununga/SP foi refiscalizada a uma Madeireira localizada na alça de acesso 42, que liga o município à rodovia SP – 225, região da vila Paulista depois de expirado o prazo de quinze (15) dias dado pelo policiamento ambiental do 1º Pelotão PMA comandado pelo Tenente PM Ivo com sede em Cachoeira de Emas para a organização do pátio, onde as equipes compostas pelos policiais, Sargento PM Abel, Cb PM Godoy, Cb PM Paiva, Cb PM Melo, Cb PM Nilton e Sd PM Mafra, após mensuração minuciosa de todo estoque de madeira nativa existente no pátio valendo-se do método de conferência peça a peça por espécie e tipo em confronto com seu respectivo DOF (Documento de Origem Vegetal) conforme Instrução Normativa Nº 21/2014 do IBAMA, lograram êxito em constar a existência de 2,97 metros cúbicos de madeira que foram "adquiridos" ilegalmente (excesso), também a constatação de que 136 metros cúbicos de madeira nativa foram "vendidos" de maneira ilegal (falta). Diante dos fatos, foram elaborados dois (2) Autos de Infração Ambiental sendo um auto na modalidade Advertência por "adquirir" e o outro auto no valor de R$ 40.827,72 por "vender" nos termos do parágrafo 1o do artigo 48 da Resolução SMA 48/14 ficando a madeira excedente apreendida para posterior destinação.

Destacando que os infratores também responderão na esfera penal por infringir em tese o artigo 46 da Lei 9605/98 de crimes ambientais.

Informações e fotos – Polícia Militar Ambiental

Fotos

Comentários